(67) 9 9331-5032 Área dos pais
| Saiba mais | Método Fônico

Método Fônico

Alguma imagem aqui

O que é o método fônico?

O método fônico, também chamado de método fonético, é um método de alfabetização que prioriza o ensino dos sons dos grafemas do alfabeto, começando com as letras mais simples (vogais) e caminhando até as mais complexas (consoantes) para, depois, utilizá-las para formar sílabas e palavras.

No método fônico, há um ciclo de alfabetização muito bem definido. Apesar das inúmeras maneiras de desenvolver o caráter significativo da aprendizagem dos alunos, existe uma estratégia para garantir que a alfabetização seja bem-sucedida: cada letra é aprendida como um fonema, ou seja, um som, que, ao ser associado a outras letras, formam sílabas e, dando sequência ao andamento, palavras.

Passo a passo

  1. 1 - Conhecendo o som das letras

  2. 2 - A combinação dos sons

    Depois que as crianças em período de alfabetização já são capazes de associar as letras do alfabeto ao seu respectivo som, é realizável a combinação de letras para a formação de sílabas e palavras. Sobre o ensino das sílabas, a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) prevê que, no 2º ano do Ensino Fundamental, os alunos já tenham desenvolvido a habilidade de “ler e escrever corretamente palavras com sílabas CV, V, CVC, CCV, identificando que existem vogais em todas as sílabas”.

    Uma vez que as sílabas tenham sido ensinadas, o processo de leitura e escrita de palavras se torna mais tranquilo. O professor pode começar com palavras de duas sílabas de estrutura simples (CVCV, como casa e bote) e depois passar para palavras de estrutura menos definida, como as palavras com sílabas que apresentam duas consoantes ou vogal entre consoantes, por exemplo.

  3. 3 - Aprendendo a montar frases

    Com um léxico ampliado, as crianças podem elaborar frases juntando seus conhecimentos acerca dos fonemas, grafemas e a combinação de ambos. Uma ideia de atividade instrutória a essa etapa é o professor falar e escrever no quadro uma palavra e solicitar que os alunos formem frases com aquela palavra.

    Mais adiante, o professor pode propor atividades que envolvam a elaboração de textos para a prática cotidiana. Dar ideia de temas para que os alunos escrevam listas (como lista de atividades favoritas, melhores amigos e datas comemorativas, por exemplo) e criar situações do dia a dia para que os estudantes escrevam bilhetes são atividades de fácil aplicação que envolvem gêneros textuais importantíssimos para a formação dos alfabetizados.