(67) 9 9331-5032 Área dos pais
| Saiba mais | Método Singapura

Método Singapura

Crianças com números

O que é o Método Singapura?

No método de Singapura, os professores trabalham em equipes usando objetos reais para ensinar matemática. A idéia é se concentrar em resolver problemas e entender o raciocínio lógico por trás das operações, em vez da habitual "decoreba". Os alunos aprendem através da chamada abordagem CPA: concreto, pictórico e abstrato.

Em outras palavras: as aulas usam objetos, fotografias e símbolos para exemplificar problemas. Blocos de diferentes cores representam todos os tipos de idéias matemáticas, como frações, por exemplo. É comum o professor incorporar desenhos e diagrama às aulas. Trata-se, assim, de uma abordagem muito visual e também auditiva.

Método Singapura

O singapuriano Yeap Ban Har, matemático considerado um dos líderes mundiais no método, argumenta que os objetos permitem que as crianças explorem diferentes ideias quando estão aprendendo um conceito. "Mais do que simples operações, o modelo quer fazer os alunos 'pensarem como um matemático'", diz Andreas Schleicher, diretor de educação da OCDE e coordenador do teste Pisa.

Trata-se de ensinar menos tópicos, mas em maior profundidade. Em teoria, todos os alunos evoluem em um ritmo semelhante, porque os professores esperam que todas as crianças aprendam um conceito específico antes de passar para o próximo. Estudos realizados pelo Instituto de Educação da Universidade College London (UCL) e pela Universidade de Cambridge, ambas no Reino Unido, revelaram que o método melhora a velocidade com que se aprendem habilidades matemáticas.